Alleria Correventos [Windrunner]

by luizcsilva on 5 de julho de 2016

Alleria Correventos foi a mais velha de quatro filhos de uma familia abastada do reino élfico de Quel’thalas. Suas irmãs mais novas atendem pelos nomes de Sylvanas,Vereesa e o irmão mais novo, Lirath.

Alleria foi a primeira das irmãs a entrar para os Farstriders de Quel’thalas e sua habilidade e perseverança serviram como inspiração para que seus três irmãos mais novos tentassem a vocação de Ranger.

Devido ao seu temperamento difícil, intimidador e pouco cauteloso, Alleria não tomou o posto de Ranger General de Quel’thalas, passando a bandeira para sua irmã mais nova, a estrategista Sylvanas. De qualquer forma, Alleria provou seu valor na Segunda Guerra, servindo a Aliança com distinção.

A Segunda Guerra aconteceu poucos anos depois da Primeira, onde houve a entrada dos Orcs pelo Portal Negro, com assistência de Medivh. O Rei de Lordaeron, Terenas Menethil II reuniu seu conselho e a pedidos do Rei, Anduin Lothar usa sua linhagem de Arathor para convocar os votos feitos pelo reis Sunstrider na Guerra contra a Horda. O rei da época, Anasterian Sunstrider, pai de Kael’thas, não via a Horda como uma ameaça potencial e achou que a guerra era mais uma oportunidade de se livrar deste elo vindo das Guerras Trolls do que um reforço sincero para ajudar as forças humanas. Alleria era uma das poucas pessoas a acreditar que a atitude de seu monarca era mesquinha e de pouca visão, infelizmente foi provado que Alleria estava certa.

Alleria deixou Luaprata (Silvermoon) com uma força de rangers, para ajudar a Aliança, por conta. Chegando a Southshore, se uniu as forças da Aliança na área, lideradas por Turalyon. Turalyon estava acompanhado por seu amigo Khadgar e ambos se mostraram impressionados pela habilidade, eficiência e força de vontade que Alleria demonstrava ao combater os inimigos. Juntos, eles formavam um bom time e essa aliança se provaria bem sucedida futuramente.

Conforme o tempo passava, Alleria e Turalyon começaram a se aproximar, apesar dela ser uma elfa e ter um pouco de receio dos humanos. O relacionamento mal havia passado de um estado de atração mútua quando chegaram notícias ao exército de Turalyon: A Horda havia chego às fronteiras de Quel’thalas e estava queimando Eversong Woods. Furiosa com as novidades, Alleria levou o exército de Turalyon para o Norte para perseguir e destruir a Horda que encontrassem. Eles conseguiram chegar a tempo de salvar Luaprata. Alleria liderou as forças da Aliança na defesa da cidade, com a ajuda de sua irmã Sylvanas e de seu companheiro Lor’Themar Theron.(Sim, aquele ‘Elfo Sangrento’ que aparece na sua tela de loading de Eastern Kingdoms!)

Alleria Correventos | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore


“Não tem nenhum problema. A Aliança quer todos os orcs mortos. Eu também. Nós podemos trabalhar nisso juntos.” – Alleria Windrunner

Luaprata estava salva, Orgrim Doomhammer fora afugentado das terras élficas e Zul’jin, retido.

Porém, para Alleria Correventos, não foi uma vitória completa… A família Correventos havia tomado a linha de frente contra a invasão Horda e pagaram o preço: Seus pais, tios, tias, muitos de seus primos e seu irmão Lirath foram mortos nas mãos da Horda. Devastada, ela procurou conforto em Turalyon, mas acabou se dedicando à vingança.

Para honrar seus amigos e familiares mortos, ela jurou que para cada elfo caído, um orc sofreia o mesmo destino, não importaria quantos orcs morreriam para isso. A ranger juntou forças e finalmente conseguiu um exército digno para combater ao lado da Aliança de Lordaeron.

Graças as atitudes de Alleria, Turalyon parte de Luaprata com uma armada de elfos e chega à Lordaeron a tempo de derrotar as forças de Orgrim Martelo da Perdição [Doomhammer] enquanto eles invadiam a cidade. Foi nessa época que ela e o comandante humano Turalyon tiveram seu caso num nível mais pessoal e aparentemente o relacionamento havia acabado um pouco depois: Ela estava completamente focada em seu trabalho como vingadora de seu povo e de sua família, enquanto Turalyon era o segundo no comando de Lothar e estava procurando terminar a Guerra.

Depois que o Leão de Azeroth (Anduin Lothar) morre, e a Aliança obtém vitória em Montanha Rocha Negra [Blackrock Mountain], Alleria se ocupa em caçar e exterminar os orcs remanescentes que pôde encontrar. Sua fixação fez com que muitos de seus amigos, suas irmãs e até Turalyon e Khadgar lamentassem o estado que sua preciosa Alleria havia se colocado.

Quando Alleria e seus rangers foram convocados à Draenor com a Expedição da Aliança, a elfa ainda procurava vingança pelo que houve em Quel’thalas. Antes de partir, Alleria derreteu o colar que seu pais haviam lhe deixado em 3 partes: cada parte com uma pedra. Ela ficou com a esmeralda e mandou que sua tenente Verana entregasse o colar com o rubi à Vereesa e o com a safira à Sylvanas.

Em Draenor, Alleria finalmente percebeu que a Expedição era mais do que sua busca por vingança quando Turalyon a ordenou que ela ficasse para trás. Ela então percebeu que aquele humano significava muito para ela e ela não poderia deixá-lo. Os dois fizeram as pazes e voltaram com o relacionamento.

Alleria manda muitos de seus homens perseguirem Ner’zhul, enquanto ela, Khadgar e Turalyon procuravam reaver o Crânio de Gul’dan [Skull of Gul’dan] de Asa da Morte [Deathwing]. Mais tarde ela assiste a defesa de Khadgar enquanto ele se empenhava para fechar o último Dark Portal que dava acesso à Azeroth. Draenor sofreu um grande dano e, para sobreviver, Alleria e seus amigos se lançaram ao Twisting Nether.

Alleria Correventos | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore


“Você foi a mais amada dentre nós.” – Sylvanas Windrunner

Alleria, Turyalon, Khadgar e os demais conseguiram voltar para o mundo dos Orcs, com o objetivo de chegar em Fortaleza da Honra [Honor Hold], o forte da Aliança que ainda estava em pé depois de todo o caos que se passou em Draenor. Porém, um jogador que visite Terralém (Outlands) encontrará Danath Matatroll, Khadgar e Kuldran no jogo. Alleria e Turalyon estão desaparecidos e suas localizações permanecem um mistério. Até seu filho, Arator, o meio elfo que vaga por Honor Hold, procura por seus pais, mas sem sucesso.

Arator | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore


Arator, um meio elfo, filho de Alleria e Turalyon, vive em Honor Hold

 

Referências ingame:

Estátua em Ventobravo (Stormwind):

Alleria Correventos | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

A estátua em honra a ranger de Quel’thalas permanece no Valley of Heroes em Ventobravo (Stormwind), acompanhada pelas seguintes palavras:

 

Capitã Exploradora Alleria Correventos

Renomada caçadora de trolls de Quel’Thalas, principal escoteira e agente da inteligência da Expedição da Aliança que marchou no mundo orc de Draenor. 

Suspeita-se estar morta.

Seu coração voou como uma flecha ao vento, irmã. Você era a mais brilhante de nossa Ordem. Você foi a mais amada de nossa família.

– Sylvanas Correventos – General Exploradora de Quel’Thalas

 

Localização: Desconhecida

Onde Alleria e Turalyon se encontram atualmente é um mistério, como Danath Trollbane diz ao filho do casal, o meio elfo Arator, em Fortaleza da Honra. Há promessas de que esses dois não foram esquecidos e devem aparecer mais para frente no jogo… Será mesmo?

Fortaleza Alleriana [Allerian Stronghold]: Nomeado segundo a elfa, este forte fica em Floresta Terokkar e é de domínio da Aliança.

Um colar: Jogadores da Horda podem encontrar O Colar da Dama Sombria que deveria ser entregue à Sylvanas. Ver: [Lamment of the Highborne]

 


Uma moeda na fonte
: Em Dalaran, os jogadores podem pescar a moeda de prata de Alleria, que diz: “Que minhas irmãs alcancem seu potencial total, e façam o nome Correventos conhecido como um resultado de seus atos” [May my sisters realize their full potential, the name Windrunner known as result of their deeds].

Outra moeda na fonte: Ainda em Dalaran é possível pescar a moeda de prata de Khadgar com os dizeres: “Turalyon e Alleria, onde quer que estejam, que estejam bem” [Turalyon and Alleria, wherever you are, may you be well].

 

Mil anos de guerra – Parte um: Duas luzes brilhantes

Mil anos de guerra – Parte dois: A estrela esmeralda

Mil anos de guerra – Parte três: Sombra e Luz

What's your reaction?
Feliz
100%
Resenha dos Livros
Lore dos Personagens
Varok Saurfang | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Alto Suserano Varok Saurfang e a luta pela honra

Sylvanas Windrunner | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

A Morte de Sylvanas Windrunner

Arathi | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

A Ascensão do Arathi

Calia Menethil | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Calia Menethil a Última Herdeira do Trono de Lordaeron

Nathanos Blightcaller | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Nathanos Marris, o Blightcaller

Lâminas de Ébano | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

A Linhagem Fordragon

Dranosh Saurfang | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

E se o Bolvar Fordragon nunca se tornasse o Lich King?

Draeneis e Naarus | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Os Mistérios dos Draeneis e Naarus

Brigitte Abbendis | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Alta General Brigitte Abbendis

Draeneis Forjados na Luz | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Draeneis Forjados na Luz

Translate »
%d blogueiros gostam disto: