Varian Wrynn

by luizcsilva on 23 de novembro de 2013

Varian Wrynn é filho do falecido rei Llane, do pacífico Reino de Stormwind, e teve uma juventude feliz e próspera como o Príncipe de Stormwind, mas tudo isso mudou quando os Orcs apareceram, vindos do Dark Portal e tentaram destruir a sua terra natal. Esse conflito foi chamado de A Primeira Guerra.

Anduin Lothar, o campeão de Stormwind, liderou seus compatriotas e exércitos, tentando desesperadamente conter a invasão da Horda na baía e tentou mantê-la longe do Rei Varian e de Stormwind. Embora parecesse que Anduin Lothar estivesse conseguindo expulsar a Horda de Stormwind, algo inesperado aconteceu: Halforcen Garona, que havia se tornado uma aliada para Stormwind, traiu o Rei Llane sob ordens do Shadow Council e cortou o seu coração, entregando-o para Gul’dan. Varian só podia assistir passivamente enquanto seu pai era assassinado e a Horda tomava o seu reino, queimando seus lares e matando todos que estivessem em seu caminho.

Fuga para Lordaeron

Após a morte de seu pai, Varian foi levado por Anduin para Lordaeron – que havia perdido as esperanças com Stormwind. Mesmo Varian tendo pouca idade, o rei de Lordaeron, Terenas, já o tratava como um rei e ofereceu total apoio para a retomada de Stormwind.

Em Lordaeron, Varian cresceu e criou uma amizade com o filho do rei Terenas, Arthas Menethil, que era um pouco mais novo do que ele.

Durante a segunda guerra, a Aliança de Lordaeron, criada pelo Rei Terenas e comandada por Anduin Lothar foram capazes de reaver Stormwind, mas Anduin acabou sendo assassinado pouco antes do fim da guerra.

Tornando-se Rei

Com Stormwind sendo retomada e lentamente reconstruída (graças ao Rei Terenas, que apelou à Aliança para ajudar a financiar o re-fortalecimento do seu reino), Varian, agora na idade adulta, foi oficialmente coroado Rei de Stormwind, o próprio Rei Terenas estava muito contente com Varian, que tinha se tornado um Rei nobre e inteligente, que daria um orgulho muito grande a qualquer pai. Rei Terenas o considerava praticamente seu filho.
Os Stonemasons, liderados por Edwin VanCleef, chegaram a ajudar na reconstrução de Stormwind e esperavam construir um novo futuro para eles próprios, com aspirações de riqueza que logo viriam quando o trabalho fosse terminado. Depois de muitos meses a reconstrução estava concluída, muito maior e mais bonita do que era antes da Primeira Guerra.

Depois que a corporação acabou o trabalho, a corrupta Casa dos Nobres recusou-se a pagar pelos serviços de VanCleef. O Rei Varian nada pôde fazer porque a Casa dos Nobres possuía muito poder político. Enfim, depois de tudo, o Rei Varian finalmente conseguiu descansar, enquanto a paz voltava a reinar. Foi durante esse período que o rei casou-se e teve um filho, Anduin.

No entanto, logo a Aliança começou a ter dificuldades quando surgiram problemas sobre posses de terras e coisas relacionadas à política. Eventualmente, o reino elfo de Quel’Thalas, juntamente com os reinos humanos de Stromgarde e Gilneas, separaram-se da Aliança. Apesar disto, o Rei Varian jurou que iria ficar pelo Rei Terenas e pela Aliança, tal como ficaram com ele nos momentos de necessidade. Foi também nessa época que os Stonemasons, que reconstruiram Stormwind, exigiram o pagamento pelo seus serviços ao Rei Varian e a Camâra dos Nobres. Apesar de terem sido compensados pelo seu trabalho, a Câmara dos Nobres não pagou um valor considerado justo por Edwin VanCleef e seus seguidores. Houve então um perigoso e mortal motim na cidade, resultando na morte da esposa do Rei Varian.

Edwin VanCleef fugiu de Stormwind juntamente com os Stonemasons enquanto Varian sofria com a perda da esposa. Ele caiu em uma grande depressão, mas com o tempo recuperou a sua determinação e jurou que continuaria a cria um novo mundo, melhor para ele e para o seu povo. Entretanto, Edwin VanCleef e os exilados Stonemasons ainda permaneciam com raiva de Varian e da Câmara dos Nobres e juraram vingança ao povo de Stormwind.

Desaparecimento

Pouco tempo depois, Varian foi para uma jornada até Theramore para falar com Jaina Proudmoore, e intermediar uma reunião entre a Horda e a Aliança. No caminho, foi capturado pelos Defias que souberam sobre a sua viagem diplomática, através de um espião que vivia em seu Reino.

Logo após o seu desaparecimento, Bolvar Fordragon foi eleito como o Supremo Regente de Stormwind e mentor do Príncipe Anduin, até que o mesmo tivesse idade para tornar-se rei. Lady Prestor, que também era sua mentora, convenceu Bolvar a coroar o garoto como Rei de Stormwind até que o seu pai pudesse retornar.

Varian foi preso na ilha de Alcaz, após ter sido afligido por magia negra. Mesmo com nagas lhe vigiando, Varian conseguiu pular de um penhasco, quase se afogou e perdeu boa parte da memória. Ao acordar, estava sem memória, em um local desconhecido e foi atacado por um crocolisk, que ele conseguiu matar facilmente usando apenas um pedaço de pau. Isso no entanto, atraiu a atenção de gladiadores orcs que passavam ali perto e lhe prendeu como um gladiador.

Como gladiador, Varian encontrou dois companheiros de time que logo virariam seus amigos. Juntos eles enfrentaram algumas lutas até conseguirem escapar. Quando escaparam descobriram que a Horda preparava um ataque a um batalhão da Aliança, que conseguiu atacar primeiro quando foi avisado por eles. Vitoriosos, os aliados levaram eles para Darnassus, de onde foram até Theramore, onde Jaina conseguiu liberar parte da magia negra que afligia a memória de Varian, e ela então revelou que ele era rei de Stormwind.

Ao voltar para Stormwind, Varian descobriu que ainda estavam tentando acabar com ele, durante a viagem foi atacado por nagas e grupos de defias. Além disso, descobriu que poderia haver um dragão em forma de humano se passando por ele em Stormwind. Ao saber disso, percebeu que seu filho corria perigo e se apressou em ir para Stormwind.

O Retorno do Rei

Ao marchar pelos portões de Stormwind, Varian e seus amigos foram presos pelo General Marcus Jonathan sobre ordem direta de Katrana Prestor, que culpou eles de traidores. Porém, Windsor que acompanhava Varian, convenceu Marcus de que eram eles os verdadeiros heróis da história.

Katrana Prestor rapidamente juntou soldados, o falso Varian disse a ela que ela estava desobedecendo a cadeia de comando e não estava no comando de Stormwind. Logo ao entrar no Keep de Stormwind, Varian desmascarou Katrana chamando ela pelo verdadeiro nome, Onyxia.

Revelando sua forma de dragão e transformando vários guardas em dragonspawn, eles lutaram em Stormwind Keep. Com a chegada do Highlord Bolvar Fordragon junto com Anduin, a segurança do Keep já estava praticamente definida, mas a Onyxia ainda conseguiu matar o Reginald Windsor.

Anduin, surpreso ao ver os dois Varian lutando e ignorando a Onyxia, alerta os dois, mas não a tempo de evitar sua captura pela Onyxia e ser levado para sua casa. Varian reuniu seus amigos e foi atrás da Lady.

Durante a viagem, os companheiros descobriram que os dois Varian eram exatamente o oposto do outro. Ao chegar em Theramore, Jaina revelou o que descobrira desde então. Desde de a morte da esposa de Varian que a Onyxia estava ganhando influência sobre a mente de Varian, mas com o passar do tempo, e o amor que Varian ia criando por Anduin, ela começou a perder o controle e tentou usar uma magia que removeria e destruíria a consciência de Varian.

Neste momento, Jaina usou uma magia ao redor dos dois Varians, que relembraram a última parte de sua lembrança perdida: Preso na ilha de Alcaz, figuras encapuzadas usavam magia negra, causando uma dor terrível nele que tentava desesperadamente se livrar. Em um flash de luz, ele acorda e se vê frente a uma cópia perfeita dele mesmo. A Onyxia tira o capuz e tenta matar o valente e forte Varian, mas é interrompida pela chegada de Morgala Darksquall e suas nagas. Varian se livra e começa a luta, e pede para que o outro Varian ache uma arma, mas acaba descobrindo que o outro Varian nem sabe segurar uma espada.

O outro Varian acaba sendo empurrado de uma ribanceira e cai no oceano, onde é capturado. Onyxia sai antes que mais nagas apareçam. Morgala tenta capturar Varian, mas ele foge pelo outro lado e pula no oceano, sabendo que as inúmeras rochas ali impediria as nagas de segui-lo. Mas a maré acaba empurrando ele para a costa de Durotar.

Assim, já de volta à realidade, os dois Varians chegam a conclusão de que são a mesma pessoa, apenas separadas pelo destino. Jaina dá a eles duas espadas, a Shalla’tor the Shadow Render e Ellemayne the Reaver. Após receber as duas espadas, ambos se dirigem a casa de Onyxia.

Fim da Corrupção

A luta foi impressionante, armas e mágias se encaravam em meio de vários dragões. Broll levou um fear e Jaina é arremessada para longe. Desesperada, a Onyxia tenta usar a magia que iria usar em Alcaz para matar o verdadeiro Varian. Ambos Varians se juntam, na tentativa de um salvar o outro, a magia acaba tendo efeito contrário, unindo os dois Varians em um único.

Ao ver ele em um só, Onyxia tenta queimar ele, mas Varian é mais rápido e usa suas duas espadas para cortar a cabeça da dragoa fora.

Com Onyxia morta, e os dois Varians unidos, o verdadeiro Varian retorna ao Trono de Stormwind.

Ataques da Scourge (Flagelo)

Após retornar a Stormwind, a cidade é atacada pelos undeads da Scourge, Varian e Bolvar Fordragon conseguem repelir os ataques. Varian envia Bolvar para Northrend, para que ele cuide da expedição que está atrás de Arthas.

Em um dos primeiros ataques à cidade do Lich King, lutando ao lado de Orcs e hordas, eles são traídos pelo Grand Apothecary Putress, que solta uma Nova Praga em cima deles, causando a morte de Bolvar e seus homens.

Batalha em Undercity (Cidade Baixa)

Ao saber que Bolvar estava morto, um sentimento imenso de raiva toma Varian, que perdeu um parceiro que cuidou de sua cidade e de seu filho por vários anos. Ele manda Jaina à Orgrimmar para descobrir a causa dessa traição. Jaina descobre então que Varimathras e a Royal Apothecary Society traíram a Horda e tomaram Undercity.
Varian e Jaina juntam um exército de Alianças para atacar Undercity, esperando retomar a antiga cidade de Lordaeron e levar justiça a Putress. Juntos eles matam Putress, e descobrem dezenas de corpos humanos mutilados que a Apothecary usava para testar a nova Praga, que já estava sendo desenvolvida a anos em segredo, afim de matar todos os seres viventes.

Ao topar com Thrall e um exército da Horda, Varian fala que a paz nunca será conquistada e começam a lutar. Jaina interrompe os dois e telporta o exército da Aliança junto com Varian de volta para Stormwind, de onde Varian declara, de uma vez por todas, guerra contra a Horda.

E o clima de tensão entre os líderes só esquenta, quando Garrosh insulta Varian dentro de Dalaran, enquanto eles se reuniam para unir esforços para lutar contra uma nova ameaça, Yogg-Saron. Os dois começam a lutar e são interrompidos por Rhonin. Varian se recusa a aliar novamente com a Horda após a traição e diz estar torcendo para que Yogg devore todos os hordas que tentarem atacar seus domínios, e volta com seus homens para Stormwind.

What's your reaction?
Feliz
0%
Resenha dos Livros
Lore dos Personagens
Nathanos Blightcaller | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Nathanos Marris, o Blightcaller

Lâminas de Ébano | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

A Linhagem Fordragon

Dranosh Saurfang | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

E se o Bolvar Fordragon nunca se tornasse o Lich King?

Draeneis e Naarus | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Os Mistérios dos Draeneis e Naarus

Brigitte Abbendis | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Alta General Brigitte Abbendis

Draeneis Forjados na Luz | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Draeneis Forjados na Luz

Dranosh Saurfang | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

E se Dranosh Saurfang não Tivesse Morrido?

Proudmore | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Quem são os Proudmoores?

Curvas da Linha do Tempo de Crona

As Curvas da Linha do Tempo de Crona

Balnazzar | World of WarCraft, WarCraft, wow, azeroth, lore

Balnazzar

Translate »
%d blogueiros gostam disto: