Rexxar

Avatar
by luizcsilva on 8 de novembro de 2013

 

Origens

Rexxar é um dos poucos orcs guerreiros formados pela união de um orc e um ogro. Rexxar veio do pacífico clã Mok’Nathal, das montanhas Blade’s Edge em Draenor. Rexxar é filho de Leoroxx, um meio ogro hunter e atual líder do clã Mok’Nathal.

Seu clã sempre foi muito pacífico e isso frustrava Rexxar. Apesar de seu pai insistir pra que Rexxar ficasse junto de seu clã, ele resolveu se unir à antiga horda e atravessar o Dark Portal, junto com seu leal companheiro, Haratha (um grande lobo). Seu pai, totalmente insatisfeito, deserdou Rexxar e ao longo dos últimos 30 anos, deixou de apoiar seu próprio filho.

Poucos detalhes se tem sobre Rexxar durante e antes dessa época. Sabe-se que ele retornou para Draenor quando a Horda foi derrotada na Segunda Guerra. Ele ficou junto com Grom Hellscream e do clã Warsong, quando Ner’zhul lançou sua invasão à Azeroth para recuperar certos artefatos. Ele continuou junto à Horda até pouco depois da destruição de Draenor e da segunda destruição do Dark Portal. Durante todo esse tempo, Rexxar acumulou uma revolta contra toda a aniquilação sem sentido que os orcs faziam e contra todas as traições (primeiro a de Gul’dan e depois a de Ner’zhul).

A gota d’agua foi quando seu companheiro Haratha, se jogou na frente de um Warlock que tentava surpreender Rexxar. Haratha teve a essência de sua vida drenada, se sacrificando para proteger seu mestre. Rexxar acabou com o warlock, mas perdeu seu companheiro. Dali em diante, ele só acreditaria em seus animais, e abandonaria a Horda para peregrinar por esse mundo ao qual ele estava preso.

Em suas jornadas pela vida selvagem, ele criou amizade com uma ursa chamada Misha, que viria sempre que Rexxar a chamasse. Juntos, eles viajaram para Kalimdor, e ficaram rondando por Barrens, longe de qualquer civilização. Mas em suas jornadas, ele não viu nada além de guerras entre as então chamadas “criaturas civilizadas”.

Fundação da Nova Horda

No íncio de sua jornada aventuresca, Rexxar topou com um guerreiro orc chamado Mogrin. Mogrin estava enfrentando um grupo de quilboars, mas apesar da ajuda de Rexxar, Mogrin foi ferido fatalmente.

Antes de morrer, como um desejo, Mogrin pediu à Rexxar para entregar uma mensagem à Thrall, o orc warchief, na cidade de Orgrimmar, afim de manter a reputação de Mogrin. Rexxar aceitou o pedido e começou sua jornada até Orgrimmar.

Quando chegou em Orgrimmar, Rexxar encontrou Thrall e entregou a mensagem de Mogrin. Thrall convidou Rexxar para ficar em Orgrimmar por um tempo, dizendo à Rexxar que aquelas terras eram tanto de Rexxar quanto era pra si mesmo. Após alguma insistência, Rexxar resolveu ficar e ajudar pela cidade. Ele seguiu em uma série de aventuras, algumas com a ajuda de Rhokan:

*Visitou Drek’Thar, Nazgrel e Gazlowe, que pediram a ele para ajudar na coleta de *Shimmerwed (uma planta) em Thunder Ridge.
*Ajudou a derrotar a rainha das harpys, Bloodfeather.
*Derrubou as colunas das minas do Kobolds.
*Encontrou um jovem cervejeiro da Pandaria, Chen Stomrstout e derrotou um poderoso *kobold chamado Noggrin Onetooth.
*Ajudou um orc shaman, Morg Wolfsong, a reconquistar sua honra derrotando os warlocks que haviam derrotado seu grupo.

Após ajudar os amigos de Thrall, Rexxar foi enviado ao posto de Gar’thok. Em sua jornada até o observatório, Rexxar encontrou uma atividade suspeita de humanos bem próxima à costa, e voltou para alertar Thrall. Thrall enviou Rexxar e Nazgrel de volta para o posto de Gar’thok.

No caminho, Rexxar fez um pequeno desvio para se encontrar com Drek’Thar no Thunder Ridge onde o farseer havia encontrado vários thunder lizards totalmente loucos. Após alguma investigação, eles descobriram uma madereira dos humanos que já havia derrubado várias árvores.

Rexxar estava pronto para destruir a madereira, mas Drek’Thar o proibiu. Ele não queria um tratamento agressivo contra os humanos. Rexxar foi forçado então a derrubar o Thunder Lizards loucos, afim de evitar que eles causassem mais acidentes.

Ao chegar no posto de Gar’thok, Nazgrel e Rexxar encontraram o acampamento arrasado pelos humanos. Eles então seguiram a trilha de sangue até o acampamento humano na costa. Imediatamente hostil, Rexxar deixou de lado todos os modos e destruíu o acampamento e então voltou à Thrall para lhe contar as novidades.

Thrall estava impressionado com a audácia desses humanos e ficou em dúvida sobre o envolvimento de Jaina. Rokhan ficou preocupado que os humanos pudessem atacar as Echo Isles, onde seu povo estava assentado. Rexxar, Rokhan e seus aliados viajaram para Echo Isles onde encontraram a tribo Darkspear sendo atacada pelos humanos.

Vol’jin, líder dos trolls, transformou Rexxar, Chen e Rokhan em espíritos de wyverns para que pudessem ajudar os batriders (cavaleiros de morcegos) a derrubar as battleships que estavam atacando as vilas costeiras. Ao retornar, Vol’jin mandou Rexxar acender fogueiras de sinal, para que os trolls fossem para a parte principal da ilha. Essa parte da ilha era protegida pelo senhor dos gigantes dos mares, conhecido como Sea King (Rei dos Mares).

Após isso, Rexxar voltou até Thrall. O Warchief havia recebido chamados para uma reunião de paz com Jaina, mas Rexxar não confiava nos humanos e voluntariamente decidiu ir em seu lugar. Quando chegou ao local, descobriu que na verdade era uma amarção e que não havia sinal nenhum de Jaina.

Thrall suspeitou que a reunião foi uma armação e escreveu uma carta à Jaina, na esperança de resolver o problema, e mandou Rexxar se encontrar com ela na Ilha Theramore. Rexxar e seu grupo pediram para Samuro, um blademaster, para implantar explosivos para distrair os guardas do assentamento humano na costa de Dustwallow Marsh, por tempo suficiente para que Rexxar passasse por eles. No entanto, Samuro lembrou de sua missão anterior – eliminar um wildkin enfurecido chamado Bloodbeak, que estava escondido ali perto – e teria que resolver isso antes de ir até os humanos. Rexxar finalmente se encontrou com Jaina, que negou saber de qualquer coisa do que tivesse acontecido, e condenou qualquer ataque contra Thrall. Ela exigiu ver aqueles soldados, ela mesma.

Ao voltar ao acampamento com Jaina, eles encontraram tudo destruído pelas nagas. Juntos eles avançaram contra esse povo-cobra, procurando por sobreviventes. Depois de finalmente derrotar as nagas, lideradas pela feiticeira do mar, Lady Darkscale e sua guarda-costa Scilla Murkshadow, eles encontraram um único soldado humano à beira da morte, que disse que o Admiral ficaria feliz em ver Jaina em segurança.

Rexxar ficou confuso com o terror de Jaina, mas confiou nela para voltar junto dela até Theramore rapidamente. Ao chegar em Theramore, uma fragata de navios havia chegado e Daelin Proudmoore, pai de Jaina, chegou junto deles. Na hora que ele viu Rexxar, ordenou imediatamente sua captura, ignorando os pedidos de Jaina. Rexxar e seus amigos fugiram da cidade, atravessando com muita esforço um batalhão de guardas navais.

Ao voltar para as Echos Isles, Rexxar contou à Vol’jin o que estava acontecendo. Para aprimorar suas habilidades e ganhar experiência na guerra que estava chegando, Rexxar seguiu em um monte de batalhas:

*Defendeu as vilas de Vol’jin.
*Entrou na Tumba dos Anciões e derrotou o rei esqueleto, Lorde Talendar.
*Seguiu Eldritch Deathlord nas profundezas do oceano.
*Colocou o Revenant of Burning Souls para descansar, no Magistrate’s Temple.
*No Den of the lost, acabou com o reinado do Wendigo Ancião.
*Viajou para a Arena de Outland – e enfrentou os demon lordes Destroyer Zardikar, Sinstralis of the Pain e Talnivarr the Sleeper. Afim de conseguir os poderosos tomos que eles carregavam.
*Libertou o orc Mathogg de sua prissão, após derrotar seu carcereiro, Khan Gragtor.

Enquanto isso, Vol’jin informou Thrall da invasão que estava para acontecer, e sugeriu que Rexxar fosse alistar os taurens das tribos de Mulgore, para ajudar na batalha que se aproximava. Em Mulgore, Rexxar encontrou Cairne Bloodhoof, que disse para Rexxar retornar até Thrall e dizer que ele havia morrido de desgosto. Tagar, seu conselheiro, explicou que o filho de Cairne, Baine Bloodhoof, havia sido capturado pelos centauros e desde então Cairne havia entrado em uma depressão.

Rexxar então liderou uma expedição para resgatar Baine Bloodhoof com a ajuda do líder espiritual dos taurens, Bovan Windtotem. Ao retornar com Baine para Cairne, este se revitalizou e aceitou o pedido por seu povo pela Horda, e retornaria pessoalmente com Rexxar.

Quando eles voltaram para a vila dos Darkspear, Vol’jin mostrou a eles um ogro cansado, que havia vindo de Dustwallow Marsh com notícias de que um novo warlord havia conquistado a liderança do clã de ogros Stonemaul, e que sua crueldade e brutalidade estavam levando os ogros à ruína. Vol’jin e Rexxar concordaram que esta era a hora perfeita para trazer os ogros para o lado da Horda.

Rexxar então viajou à Dustwallow Marsh e encontrou o clã Stonemaul. Apesar deles rejeitarem Rexxar inicialmente, por causa de seu sangue misturado, Rexxar provou à eles o quanto era corajoso e forte. O warlord Kor’gall ficou impressionado e permitiu que Rexxar se unisse ao clã.

Rexxar usou de sua nova posição para pedir a ajuda dos ogros. Kor’gall lembrou brutalmente à Rexxar, que os ogros não eram mais amigos dos orcs. Rexxar foi forçado a enfrentar Kor’gall pela liderança do clã. Kor’gall provou ser um poderoso guerreiro e Rexxar suou junto com seu companheiro animal para derrotá-lo. Finalmente, Kor’gall caiu e Rexxar assumiu a posição de chefe. Ele então liderou os ogros Stonemaul para a Tidefury Cove, onde Thrall estava reunindo a Horda.

Foi ali que Thrall nomeou Rexxar como Campeão da Horda e deu a ele a honra de liderar a Horda contra as forças de Proudmoore. Após uma difícil batalha, eles acabaram com a fortaleza de Proudmoore e forçou ele à bater em retirada. Mas Thrall sabia que Proudmoore não pararia por ali.

A Horda seguiu Proudmoore até à costa da Ilha de Theramore. Thrall enviou seus soldados afim de manter o exército de Proudmoore isolados, enquanto ele e Rexxar e alguns companheiros, passavam através da batalha para enfrentar Proudmoore e seus mais fiéis seguidores. No final, Rexxar e Proudmoore se enfrentaram em um combate mortal – e Rexxar saiu vitorioso. Com a derrota de Proudmoore, a batalha terrestre parou e Jaina entrou em colapso em cima do corpo de seu pai. Rexxar, Thrall e o resto da Horda então saíram de Theramore.

Com o fim da batalha, Thrall convidou Rexxar à retornar para Durotar com ele, mas Rexxar disse à ele que seu lugar ainda era na selva. Rexxar nomeou o ogro Mok’Morokk como o novo líder do clã Stonemaul e desapareceu na selva de barrens.

Últimos Anos

Por muito tempo Rexxar vagou pelas terras de Desolace e Feralas, acompanhado de Misha. Ele até escreveu uma carta, tentando se manter anônimo, que indica aos heróis qual o caminho prosseguir na tentativa de derrotar a Onyxia.

Após a re-abertura do Dark Portal, Rexxar voltou para Draenor, para as terras de seu clã. Ali ele tenta descobrir mais sobre seu clã e quem sabe um dia, fazer as pazes com seu pai. Após sua saída de Draenor, Rokaro – um amigo próximo de Rexxar, segundo Thrall – tomou seu posto de “Campeão da Horda”.

Curiosidades

Rexxar teve 5 animais domados:
Haratha (Remorso em Grego), um grande lobo que se sacrificou para salvar a vida de Rexxar.
Misha (Urso em Russo, também foi o nome do mascote do Jogos Olímpicos de Moscou em 1980) – Misha acompanha e protege (e também é protegida por ele) Rexxar aonde quer que ele vá.
Spirit – Uma águia, é chamada com um apito.
Huffer (Na aviação é uma turbina especial que dá uma super-propulsão (Charge?) à aviões) – Um javali.
Leokk – Um wyvern.
Em uma fala de Rexxar: “Where I lay my head is home…. See that rock? That’s my pillow.” a Blizzard faz uma referência com a música “Wherever I may Roam” do Metallica.
No livro Cycle of Hatred, é dito que a mãe de Rexxar era uma Orc, enquanto seu pai é um Meio-orc Meio-ogro.
Seu elmo é igual ao que o personagem Darkwolf da animação Fire and Ice de 1983, usa.
E essa é a história desse herói da Horda. Um poderoso Hunter que praticamente carregou a Horda nas costas durante a guerra contra Daelin Proudmoore. E vamos torcer para ver esse herói em alguma nova aventura em breve!

What's your reaction?
Feliz
100%
Resenha dos Livros
Lore dos Personagens

N’Zoth

Alonsus Faol

Alto Suserano Varok Saurfang e a luta pela honra

A Morte de Sylvanas Windrunner

A Ascensão do Arathi

Calia Menethil a Última Herdeira do Trono de Lordaeron

Nathanos Marris, o Blightcaller

A Linhagem Fordragon

E se o Bolvar Fordragon nunca se tornasse o Lich King?

Os Mistérios dos Draeneis e Naarus

Translate »
%d blogueiros gostam disto: